Para melhor entender qual a solução de crédito mais adequada para si, convém conhecer bem as opções que existem. A terminologia usada pelos bancos e instituições financeiras nem sempre é fácil de compreender para a maioria dos pessoas. A enorme variedade de empréstimos e as subtis diferenças entre eles podem causar confusão nos consumidores. Este artigo pretende dissipar algumas destas duvidas e permitir que faça uma escolha acertada ao recorrer a este tipo de soluções.

Um dos tipos mais comuns de empréstimos são os Créditos Pessoais. Este tipo de empréstimo envolve a concessão de um determinado valor para pagar por bens ou serviços de natureza duradoura, tal como um automóvel ou um aparelho. No entanto, o facto de ter um nome tão genérico faz com que a maioria das pessoas usem o termo “crédito pessoal” para designar qualquer tipo de crédito ou empréstimo.

Para aprender a distinguir entre os empréstimos pessoais e outros tipos de crédito sugerimos que continue a ler este artigo.

Empréstimos pessoais VS Empréstimos à habitação

Os empréstimos à habitação são empréstimos para a compra de uma casa, ou seja, é o dinheiro que o banco dá ao requerente, com a única finalidade de pagar a sua habitação. Por outro lado, empréstimos pessoais podem ser contraídos para fazer face a outras despesas, tais como a compra de um veículo automóvel. Além disso, os juros sobre os empréstimos hipotecários são geralmente mais baixos, mas é necessário contar com uma serie de despesas adicionais tais como o pagamento do IMI ou registo de propriedade. Parte-se do principio que o imóvel é uma garantia de pagamento forte o suficiente pelo que o banco considera este tipo de empréstimo de menor risco de incumprimento.

Empréstimos pessoais VS Empréstimos ao consumo

Neste caso, os dois tipos de empréstimos são bastante similares, mesmo no caso em que os empréstimos ao consumidor sejam destinados a bens ou serviços perecíveis, ou seja, não-duráveis, como por exemplo a organização de um casamento ou uma viagem. A principal diferença acaba por ser na sua duração. Empréstimos ao consumidor geralmente têm uma maturidade que varia de um a quatro anos, enquanto o reembolso de empréstimos pessoais pode ser alargado até seis anos.

Empréstimos pessoais VS empréstimos comerciais

Enquanto os empréstimos pessoais são concedidos a indivíduos (particulares), os créditos comerciais são concedidos a pessoas colectivas, ou seja, empresas, com o objectivo de poder fazer face a custos inerentes à sua actividade. Quer seja para adquirir bens necessários à sua actividade, tais como equipamentos informáticos, quer sejam matérias primas para o desenvolvimento da sua actividade.

Empréstimos pessoais VS Empréstimos para estudantes

Como o próprio nome sugere, empréstimos para estudantes são concedidos com o objectivo de atender às necessidades dos estudantes universitários. Normalmente estes oferecem condições mais flexíveis do que os empréstimos pessoais e têm como objectivo financiar os gastos associados à frequência da universidade, tais como propinas, alojamento e alimentação.

Diferença entre Tipos de crédito
Classificado como: